-Blog PecNética- - Aqui o touro não é de boiada!

Touro velho não faz pecuária boa

Touro velho não faz pecuária boa

Ainda hoje há uma boa reserva de sêmen de touros quase lendários, muitos dos quais avaliados acima de R$ 350 a dose. Aproveitando um bom bate papo com o médico-veterinário José Bento Sterman Ferraz, para uma entrevista pingue-pongue para a Revista AG, não perdi a oportunidade e o questionei sobre o assunto.

Contundente, o mestre e doutor em Genética e professor titular da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da USP não poupou críticas. Segundo ele, comprar uma genética dessa – e pagar caro por ela – é o mesmo que rasgar dinheiro. Isso, claro, pensando no efeito do melhoramento genético do rebanho.

Eu explico: seria o equivalente a desembolsar uma boa grana por um VW Santana 1996 do que por um Honda Civic, um Toyota Corolla ou ainda um Chevrolet Cruze, só porque o velho Santana era um dos melhores carros daquele tempo. Lembro que não falamos aqui da paixão de um colecionador pelo citado veículo e sim sobre a questão da potência e da tecnologia envolvidas no modelo.

1.795 views

IA: 10 serviços que você não pode deixar de conhecer

IA: 10 serviços que você não pode deixar de conhecer

Assim como ocorre no melhoramento genético de bovinos, onde se busca que o filho seja melhor do que os pais, as centrais de inseminação artificial tentam fazer jus à premissa e oferecer serviços exclusivos para os pecuaristas melhorarem a produtividade do rebanho.

Desta forma nasceu, por exemplo, o selo para identificação de touros mais indicados para uso na inseminação artificial em tempo fixo (IATF), uma iniciativa bem quista por profissionais do gabarito do professor Pietro Sampaio Baruselli, da Universidade de São Paulo, um dos profissionais mais renomados no assunto.

PecNética foi a campo e lista com exclusividade alguns serviços das centrais que você não pode deixar de conhecer. Pena que nem todas as empresas retornaram o contato, todavia, o compilado ficou bem interessante. Importante: isto não é um ranking. Os serviços foram alocados de forma aleatória.

421 views

Armadilhas por trás do TOP 0.1%

Armadilhas por trás do TOP 0.1%

A estação de monta chegou e com ela a ânsia do pecuarista adquirir a melhor genética bovina só aumenta. Com as edições dos sumários já consolidadas, os holofotes voltam-se aos touros melhor ranqueados. E aí mora o perigo!

O número decimal que designa o melhor reprodutor entre mil, pode esconder algumas pegadinhas. Atualmente, atua como um mindset, um poderoso gatilho mental que induz o subconsciente ao consumo deste material genético.

Mas, nem sempre um TOP 0.1% é o que a propaganda faz crer. É absolutamente comum e compreensível que um touro seja extremamente diferenciado em algumas DEPs e nem tanto em outras de grande impacto econômico.

2.270 views