Receptoras movimentam 300 milhões de reais

Receptoras movimentam 300 milhões de reais

Detentor do maior rebanho do mundo, tudo que envolve a pecuária brasileira movimenta muita grana. Saiba que o mercado de receptoras fatura R$ 300.000.000,00 por ano. E não é por menos, pois dados da Sociedade Brasileira de Tecnologia de Embriões apontam que 450 mil dos 600 mil embriões produzidos no mundo são feitos no Brasil.

Uma receptora, hoje, custa cerca de R$ 3.000,00, mas seu preço normalmente acompanha a valorização da arroba do boi gordo. De acordo com levantamento da Scot Consultoria, o preço unitário  chega a equivaler a 21@ de boi gordo. O negócio anual de reprodução destinado a transferências de embriões e fertilizações in vitro é estimado em 100.000 barrigas de aluguel.

Segundo Eduardo Lima, diretor da Minerembryo, os criatórios de gado puro de origem (PO), principalmente aqueles que não exercem paralelamente a produção de carne ou leite, frearam um pouco os investimentos em 2016, em virtude da instabilidade econômica brasileira. Essa parcela de criadores é importante para este segmento e, normalmente, é composta por empresários cuja atividade principal está fora da pecuária.

138 views

Venda de touros não decola em 2016

Venda de touros não decola em 2016

Diferente do que vimos nos últimos anos, a venda de reprodutores não decolou e as médias de preço registradas declinaram nas principais leiloeiras do Brasil. A explicação está na combinação explosiva entre seca, crise políticoeconômica e virada do ciclo pecuário.

O resultado não poderia ser outro que a queda nas vendas e nos preços. Se em 2015, vimos touros comercializados a uma média entre R$ 10 e R$ 12 mil, no ano passado as médias mal passaram dos R$ 9 mil. Mas, ainda assim estão em patamares satisfatórios. 

Maurício Tonhá, proprietário da Estância Bahia Leilões já esperava um ano difícil. “A pecuária terminou com preço mais barato do que começou”, disse o empresário ainda no último mês de novembro. A Estância Bahia também amargou uma queda de 15% na comercialização de touros.

355 views

Touro velho não faz pecuária boa

Touro velho não faz pecuária boa

Ainda hoje há uma boa reserva de sêmen de touros quase lendários, muitos dos quais avaliados acima de R$ 350 a dose. Aproveitando um bom bate papo com o médico-veterinário José Bento Sterman Ferraz, para uma entrevista pingue-pongue para a Revista AG, não perdi a oportunidade e o questionei sobre o assunto.

Contundente, o mestre e doutor em Genética e professor titular da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da USP não poupou críticas. Segundo ele, comprar uma genética dessa – e pagar caro por ela – é o mesmo que rasgar dinheiro. Isso, claro, pensando no efeito do melhoramento genético do rebanho.

Eu explico: seria o equivalente a desembolsar uma boa grana por um VW Santana 1996 do que por um Honda Civic, um Toyota Corolla ou ainda um Chevrolet Cruze, só porque o velho Santana era um dos melhores carros daquele tempo. Lembro que não falamos aqui da paixão de um colecionador pelo citado veículo e sim sobre a questão da potência e da tecnologia envolvidas no modelo.

1.817 views